Terça-feira
CULTO
19:30 às 21:00 hrs
Quinta-feira
CULTO
19:30 às 21:00 hrs
Sábado
ESCOLA APOSTÓLICA
10:00 às 12:00 hrs
 
CULTO - (Noite dos Milagres)
19:00 às 21:00 hrs
Domingo
CULTO
18:00 às 20:00 hrs
ESTUDOS BIBLÍCOS
 
 

O FUNDAMENTO APOSTÓLICO

Cadastrado em: 27-11-2014 - 09:34:34 -- Atualizado em: 02-05-2015 - 20:50:58

APÓSTOLOS, PROFETAS, EVANGELISTAS, PASTORES E DOUTORES

INTRODUÇÃO

 

Quero abordar um tema que ainda no nosso meio evangélico tem sido motivo de especulações, polêmicas e questionamentos sobre tudo em setores que ainda vivem um tipo de governo por décadas conhecido como governo presbiteral e denominacional, sendo o pastoral a cabeça maior do governo.

Vemos também a resistência em aceitar a vigência dos cinco ministérios por falta de um estudo e conhecimento sobre o GOVERNO APOSTÓLICO.

 É importante salientar que você vai encontrar no presente estudo o que a Bíblia nos ensina da verdadeira ordem do governo deixado pelo Senhor Jesus Cristo á sua Igreja.

 Nos dias atuais existem vários argumentos no meio evangélico, que visam dizer que esse tipo de governo do qual estamos falando, ou seja, o APOSTÓLICO foi só para os 12 primeiros APÓSTOLOS DE CRISTO.

Como, porém afirmar que esse sistema de Governo teria sido anulado depois que os primeiros APÓSTOLOS DE CRISTO morreram?

Se não encontra respaldo BÍBLICO e nem uma afirmação na Palavra que diga que o GOVERNO APOSTÓLICO através dos Apóstolos foi extinto e que terminou nos 12 (Apóstolo de Cristo).

 Eu creio que os cinco ministérios do Governo estabelecido por Cristo, estão em vigência nos dias de hoje para cumprir propósitos específicos e que estes propósitos ainda não foram cumpridos como o indica Efésios 4:11.

 

O APÓSTOLO

 Efésios 4: 11; 1 Coríntios 12:28

Antes de falar do Ministério do Apóstolo, quero explicar sobre a pessoa, o perfil, características e as funções de um verdadeiro Apóstolo.

Apóstolo vem do termo grego “apostello”, significa literalmente “enviado ou mensageiro”.

O Perfil: O Apóstolo é aquele que foi chamado, estabelecido, e separado por Cristo para ser um mensageiro, embaixador, um ministro ao serviço da Igreja nas nações.

O Apóstolo é um pai espiritual, um conselheiro, pastor do rebanho, um protetor, intercessor e mestre da Igreja; têm um amplo conhecimento e revelação profunda da Palavra de Deus e dos mistérios celestiais.

Possui vários dons espirituais como dom da ciência, sabedoria, variedades de línguas, de milagres, de sinais, maravilhas e prodígios. (Romanos 15: 18-19)

Os Apóstolos de hoje são geralmente enviados como mensageiros a diferentes lugares, convertem-se em pioneiros de novas congregações ou igrejas locais em lugares antes não conhecidos, são precursores de grandes Ministérios.

Existem alguns grupos religiosos tradicionais e fundamentalistas os quais afirmam que não existem Apóstolos nos dias atuais e que este Ministério ficou só com os 12, mas ainda de que estes sejam insubstituíveis, mas afirmo que o Ministério Apostólico continua em nossos dias e estará em vigência até a vinda de Jesus Cristo.

Veja o que diz I Coríntios 12: 28 “A uns pôs Deus na Igreja, primeiramente Apóstolos, em segundo lugar Profetas...” Em Efésios 4:11 diz que Cristo estabeleceu cinco ministérios para que a sua Igreja seja edificada, aperfeiçoada e que seus membros sejam capacitados para a obra do Ministério, esta obra ainda não se completou, a Igreja ainda não chegou a maturidade e estatura de Cristo, o tratamento continua até a sua vinda.

 Particularmente creio que para se cumprir este objetivo é necessário que os cinco ministérios trabalhem de mãos dadas incansavelmente se quisermos alcançar a maturidade plena e o conhecimento perfeito de Cristo.

 

 AS CARACTERISTICAS DO APÓSTOLO

 

A - Têm revelação de Filho de Deus (Efésios. 3:3-5).

B- Quando ministra manifestam-se os dons de cura, milagres, sinais e prodígios. (Atos. 3:6-8)

C - Possui conhecimento amplo das doutrinas de Cristo, é uma pessoa muito bem capacitada na palavra, demonstrando maturidade espiritual e caráter equilibrado.

D - Pastoreia com facilidade Profetas, Evangelistas, Pastores e Mestres, são empreendedores de grandes projetos missionários.

F - O Apóstolo tem capacidade administrativa, capacita, ensina, e forma outros ministros (I Coríntios. 3:10; Romanos. 9:2)

G- O Apóstolo é capacitado por Deus, quando ministra manifestam-se sinais visíveis.

 

FUNÇÕES DO APÓSTOLO

 1- As responsabilidades de um Apóstolo é o de contribuir na ampliação da obra de Deus fundando novas Igrejas, mas nem todos os que se chamam Apóstolos são fundadores de Igrejas.

2- Supervisionam os principais órgãos do Corpo de Cristo.

3- São estrategistas em ensinar fundamentos e princípios cristãos.

4- Podem consagrar estabelecer e nomear novos pastores e ministros na igreja como supervisores do rebanho. (II Coríntios 11:3-4; Atos. 14:23)

5- Os Apóstolos desenvolvem atividades missionárias, mas nem todos os apóstolos possuem o dom de missionário.

6- Protegem á Igreja de falsas doutrinas, filosofias e correntes religiosas são contraditórias ao fundamentos da fé cristã.

7- Capacitam obreiros, ministros e líderes formando neles um caráter ministerial.

8-Trabalham na edificação do Corpo de Cristo e estabelecem fundamentos e princípios.

9- Pode desenvolver todos os ministérios, a sua capacidade é muito ampla e pode ter atividades múltiplas como Apóstolo.

 

 O FUNDAMENTO APOSTÓLICO

(I Cor. 3:11)

O Apóstolo Paulo diz que ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.

Quem é o fundamento ao qual Paulo está se referindo?

O Apóstolo está usando uma metáfora se referindo á Cristo como o fundamento principal da Igreja, e sobre o fundamento dos Apóstolos e dos Profetas do qual Cristo é a pedra principal, quer dizer o alicerce principal no qual descansa toda a estrutura do edifício chamada Igreja.

Jesus Cristo é o fundamento principal e não os Apóstolos e os Profetas sobre o qual a Igreja está sendo construída.

Quando falamos de construção, devemos esclarecer que existem vários tipos de construtores: o prudente, o pouco prudente e o tolo, que prejudica ao edifício.

A obra de cada um vai revelar como está construindo a casa do Senhor

( I Coríntios. 3:12-13).

Cada membro doCorpo deve vigiar como constrói; o trabalho de construção só poderá ser feito sobre um único fundamento: Jesus Cristo.

Os ministros do Senhor são servidores, cuja e única responsabilidade e serem fieis, o julgamento do seu trabalho pertence só ao Senhor.

Os ministros são ADMINISTRADORES, antigamente os administradores eram os que se encarregavam de grandes obras, patrimônios pelo qual eram considerados como um privilegiado.

Deus quer que cada construtor de sua casa seja fiel, que é uma das virtudes para todos os servidores e administradores, sobre tudo nas coisas de Deus.

Em Efésios 2: 20, o Apóstolo Paulo disse que a Igreja é edificada sobre o fundamento dos Apóstolos e dos Profetas, significa que a Igreja, como Corpo de Cristo é considerada como um edifício o templo de Deus que está sendo construído sobre Cristo, sendo os ministros responsáveis como administradores e supervisores do trabalho.

Estes fundamentos é principalmente o Evangelho de Cristo, ou seja, as boas novas da salvação por meio da morte e ressurreição do Senhor Jesus e as verdades da Igreja como Corpo vivo de Cristo no qual seu Nome é glorificado.

Os ministros de hoje não podem edificar sobre outro fundamento, o trabalho de construção do Corpo de Cristo tem que ser edificado sobre o mesmo fundamento que Cristo deixou.

Os 12 Apóstolos de Cristo não foram substituídos por outros, foram únicos em seu tempo, mas os ministérios de governo constituídos por Cristo foram colocados na Igreja para construir, edificar e aperfeiçoar seu Corpo, sem sair do principal fundamento que é o mesmo Cristo.

O Ministério Apostólico e Profético é considerado o principal fundamento ou coluna e os outros ministérios ao lado destes dois foram colocados para ajudar na construção da igreja até a volta de Cristo.

 

CARACTERISTICAS DE UMA IGREJA APOSTÓLICA.

 

1- Uma Igreja Apostólica tem unção e caráter apostólico, e uma identidade definida, seus membros são pessoas comprometidas na pregação das Boas Novas, a grande comissão é a prioridade de uma Igreja Apostólica (Mateus. 28:19-20).

2- Extensão, níveis, alcance, peso, largura e profundidade na doutrina de Cristo e dos mistérios do reino.

3- É uma Igreja que têm poder e autoridade para destruir e derrubar o que dantes não foi possível, e quando uma Igreja entra na dimensão apostólica, consegue fazer coisas sobrenaturais, por que a unção apostólica libera graça á Igreja.

4- Uma Igreja Apostólica que têm os cinco ministérios trabalhando em equipe, isso refletirá a tendência do seu líder ou de seu pastor: ou seja, a Igreja local terá as mesmas características ou visão do Pastor, se o Pastor é mestre na palavra o evangelista os discípulos se moverão na mesma área, se o pastor se move no profético, sua inclinação será á profecia.

5-  A Igreja Apostólica têm a capacidade para lutar contra toda força do mal. (Marcos.16:17; II Coríntios 10:3-5).

6- primícias e ajudar os necessitados (Malaquias. 3:8-12; Atos. 2:43-47; 4: 32-35; II Coríntios9:6-15; Filipenses 4:18-19).

7- A Igreja Apostólica desfruta de liberdade espiritual, a religião e a tradição é destruída e as pessoas são libertas de opressões demoníacas para desfrutar da presença de Deus e da unção do Espírito Santo em sus vidas. (Gálatas. 5:1; II Coríntios 3:17. Hebreus. 10:19).

8- Uma Igreja Apostólica se move em curas milagres e prodígios (Atos 5:12; 14:3; Marcos. 16:18.

 

O MINISTÉRIO APOSTÓLICO

 

É o modelo de governo deixado por Jesus Cristo á sua Igreja aqui na terra, e que foi exercido na Igreja primitiva pelos primeiros 12 (doze) APÓSTOLOS.

É uma visão de governo como padrão instituído por Deus segundo o modelo encontrado na palavra de Deus, em que se baseiam os (5) cinco MINISTÉRIOS contidos em Efésios 4: v.11 nos diz.

{E Ele mesmo deu uns para APÓSTOLOS, E OUTROS PARA PROFETAS, E OUTROS PARA EVANGELISTAS, E OUTROS PARA PASTORES E DOUTORES}.

 

Na palavra do Senhor em Atos dos Apóstolos ensina algo no qual podemos extrair (3) três perfis onde temos como base um estudo mais profundo e abrangente sobre o GOVERNO APOSTÓLICO e sua forma de atuação nos dias atuais.

 

1° PERFIL: DO GOVERNO:

 

O comando é exercido pelos Apóstolos que são as cabeças do MINISTÉRIO APOSTÓLICO, do qual éformado do Apóstolo presidente, Diretoria Geral e os demais fazem parte do CONSELHO APOSTÓLICO GERAL.

Vemos no livro de Atos, que na Igreja primitiva eram usados os cinco MINISTÉRIOS, emAtos dos Apóstolos capítulo 13 pode se ver confirmados alguns dos Ministérios como: profetas e mestres.

O Espírito Santo nos dias de hoje está resgatando esse modelo deixado pelo Senhor, a Igreja está voltando a seu modelo original, assim como Cristo o deixou.

 

Faremos uma análise de cada função relacionada em Efésios 4:11.

Os cinco ministérios não são hierarquias ministeriais, mas funções específicas outorgadas ao Corpo de Cristo.

Cada um tem o seu próprio nível, dimensão, medida de unção e de autoridade, capacidade particular para ministrar na Igreja, todos os ministérios se complementam, ninguém é mais ou menos do que o outro, como falam alguns ministros que não compreendem o apostolado.

Todos os ministérios trabalham formando uma equipe só, assim como os dedos da mão, todos são dedos, mas nem um deles é menos ou mais que o outro, cada um tem diferentes funções, todos pertencem a uma mão só.

Os cinco ministérios pertencem a um mesmo corpo chamado Igreja.

Todos eles devem trabalhar em harmonia e unidade para o bem da obra de Cristo no mundo.

 

OS OUTROS MINISTÉRIOS DE GOVERNO.

 

PROFETAS:É aquele que é responsável pela transmissão das mensagens passadas por Deus ao seu povo.

Vejo de suma importância o Ministério Profético na Igreja de Deus nos nossos dias; pois sabemos que já no passado na era dos patriarcas Deus se comunicava com seu povo através de seus Profetas, e hoje não é diferente, pois através do dom de profecia que é um dom do Espírito Santo deixado a sua igreja por meio do Ministério Profético no qual podemos conhecer coisas que para uma pessoa normal é difícil. 

O Profeta não é uma figura do Novo Testamento.

Tal como os profetas nos tempos antigos tinham a função de prever e falar em lugar de Deus.

Podem profetizar o futuro como Deus e revelar por meio de seu Espírito Santo, confirmando a vontade de Deus para seu povo, para uma nação ou para uma pessoa em particular.

O Profeta exorta, consola e edifica á Igreja, além de ensinar fundamentos e princípios assim como o Apóstolo.

O MINISTÉRIO PROFÉTICO:É o segundo Ministério do governo na igreja, o Profeta é um homem ou mulher de Deus que fala em lugar de Deus, um intérprete ou aquele que anuncia ou declara acontecimentos futuros.

O profeta é um porta-voz de Deus, é um intercessor, uma sentinela (I Coríntios. 12: 10,28; II Crônicas. 32: 20)

É uma pessoa totalmente consagrada ao serviço de Deus, proclama contra injustiça, a imoralidade, e rebelião, condena e denuncia o pecado, exortando todos ao arrependimento e viver em santidade (Ezequiel. 6:2-3 e Isaías. 58:1)

EVANGELISTAS:É o ministério responsável pelo evangelismo e missões da Igreja, a mensagem do evangelista é: “que venham todos ao arrependimento e entreguem suas vidas á Cristo”, desafia á Igreja ao crescimento e multiplicação, conquistando novas almas para o reino de Cristo, leva avivamento as congregações, em seu Ministério se manifestam curas, milagres, e libertação, etc.

O coração da noiva bate quando existe numa Igreja o MINISTÉRIO DOS EVANGELISTAS.

PASTORES:Na etimologia a palavra quer dizer apascentador em sentido metafórico, aquele que é responsável de apascentar, cuidar e alimentar o rebanho (Igreja) do Senhor é o que lidera e cuida de uma Igreja local. Cuida por longos períodos de tempo as almas, e muitas vezes passam por momentos de solidão, lutas contra os ataques do inimigo.

O pastor deve ter capacidade de ensinar a Palavra, não sendo um neófito, deve guardar e proteger cada ovelha do rebanho e trata com cada uma delas, cura as feridas e vai a procura da desgarrada, corrige e disciplina com amor quando necessário.

As ovelhas ouvem a voz do seu Pastor e ele as conhece, chamando-as a cada uma pelo seu nome.

Não julgo eu, como se só esse tipo de GORVERNO, é o que funciona, e também como se o sistema PASTORAL não é o correto, vemos o sistema PASTORAL por séculos que vem sendo adotado pelas Igrejas nos dias de hoje.

Mas devo chamar sua atenção para algo, que a palavra tem orientado e o Senhor deixou como fundamento e base do seu GOVERNO para nós cristãos, e vejo isso como uma forma de estarmos debaixo de um padrão correto e eficiente na visão de guerra.

Estamos afirmando apenas um fator de usarmos a ordem certa de autoridade conforme encontramos na palavra do Senhor, o qual nos deixa o exemplo de como podemos implantar o seu GOVERNO deixado por Jesus para que a igreja de hoje seja administrada e conduzida até alcançar á maturidade espiritual e doutrinal, como afirma Efésios 4:12-13.

Isto vai ser alcançado só por meio dos cinco ministérios trabalhando unido até o retorno de Cristo.

Em quanto Ele ainda não voltar, os cinco ministérios tem que ser aceito e reconhecido oficialmente pelo Corpo de Cristo e trabalhar incansavelmente de mãos dadas, até chegar à sua plenitude e maturidade total.

Para que isto venha acontecer tem que ser destruído tudo paradigma religioso e tradicional, conceitos e argumentos errados acerca dos ministérios estabelecidos pelo mesmo Cristo, às barreiras, obstáculos humanos estão sendo destruídos e os ministérios estão sendo restaurados, e a igreja está voltando á sua origem, aos primeiros FUNDAMENTOS APÓSTOLICOS.

Mas devo chamar sua atenção para algo, que a palavra tem orientado, e o Senhor deixou como fundamento e base do seu GOVERNO para nós cristão, e vejo isso como uma forma de estarmos debaixo de um padrão correto e eficiente na visão de guerra.

Estamos afirmando apenas um fator de usarmos a ordem certa conforme encontramos na palavra do Senhor, o qual nos deixa o exemplo de como podemos implantar GOVERNO APOSTÓLICO na sua Igreja.

DOUTORES:É aquele que domina a palavra do Senhor e está preparado para convencer os que contradizem a Palavra de Deus, e carrega em si o conhecimento profundo de determinadas áreas, e possui o conhecimento espiritual nos mistérios do ESPIRITO SANTO.

Os Mestres ou Doutores possuem capacidade para ensinar a palavra em forma pedagógica e sistemática, com clareza, profundeza e simplicidade.

Têm vários dons do Espírito Santo como sabedoria, ciência, e revelação.

 

2° PERFIL: OS SINAIS:

 

Era a marca que acompanhava, seguia e autenticava o apostolado dos primeiros Apóstolos de Cristo.

Milagres, curas, sinais e prodígios eram feitos pelas mãos dos Apóstolos, e esta marca demonstra as evidencias do respaldo, do poder e autoridade que o Senhor Jesus Cristo deixou a sua Igreja e aos primeiros Apóstolos.

Conforme vemos no evangelho de Marcos: 16 v. 17 a 18 a ordem de Jesus:

{E estes sinais hão de seguir os que crerem: Em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas, pegarão em serpentes, e quando beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará mal algum; imporão as mãos sobre enfermos, e os curarão}.

Os sinais de curas, milagres e prodígios, são marcas que devem seguir um Apóstolo, como testemunho ao seu chamado.

Tenho aprendido pelo Espírito Santo que Apóstolo é um chamado direto do trono do Senhor e não simplesmente uma nomenclatura exercida por alguém; pois apostolado é designado e entregue pelo próprio Senhor a alguém escolhido por ELE mesmo, que exercerá o Fundamento Apostólico como Embaixador do Reino do Senhor aqui na terra.

O APOSTOLADO NÃO SE RECEBE POR VOTAÇÃO DEMOCRÁTICA, como eleger um presidente ou Superintendente de uma denominação, Ex. Romanos 1:1; Gálatas 1:1.

Então creio que um Apóstolo só poderá apostolar outros em nossos dias, se ele tiver primeiro recebido o seu APOSTOLADO diretamente do próprio Senhor Jesus que foi o primeiro APÓSTOLO aqui na terra conforme está escrito em Hebreus: 3: 1;

{Pelo que, santos irmãos, participantes da vocação celestial, considerai a JESUS, o APÓSTOLO e Sumo Sacerdote da nossa confissão}.

Se confirmarmos que só foram os 12 (doze)APÓSTOLOS DE CRISTO, e que não houve mais Apóstolos depois deles, entramos em contradição com a própria palavra na história do APÓSTOLO PAULO.

Ele não fazia parte dos 12 (doze) que viram ao Senhor JESUS pessoalmente quando ressuscitou dos mortos, mas teve uma visão pessoal no caminho de Damasco com o Senhor, e com isto foi chamado e reconhecido de APÓSTOLO DOS GENTIOS.

Então pela experiência vivida do Apóstolo Paulo, podemos aprender que uma pessoa que tem uma visão pessoal do Senhor JESUS através de uma revelação dado a ele pode sim ter recebido do Senhor a incumbência para representá-lo como APÓSTOLO SEU, e com isto dar a continuidade ao FUNDAMENTO APOSTÓLICO aos nossos dias de hoje.

Pois podemos afirmar que a função do APÓSTOLO é a maior representação deixada pelo Senhor Jesus a sua Igreja aqui na terra.

Não podemos comparar a função de Apóstolo com a do Pastor, ambos tem responsabilidades diferentes.

Vemos que em nossos dias, quase não se fala do Apostolado, e que esta função, APÓSTOLO, se perdeu no tempo.

Hoje é muito comum dizer que Pastor é a cabeça da Igreja nos dias de hoje, mas não encontramos na Bíblia esta afirmação.

Podemos dizer que, hoje se encontra invertidos os valores das funções na maioria das Igrejas por falta de conhecimento.

O PASTOR é a cabeça na área de apascentar o rebanho do Senhor.

Se existe Pastor em alguma Igreja, que se tem a ideia que ele é o fundador e Presidente; devo dizer que ele está usando a função errada, sendo que aquele que funda e preside na função é APÓSTOLO, e não PASTOR conforme a Bíblia nos ensina em Efésios 4: v. 11, isto é no FUNDAMENTO APOSTÓLICO.

Os sinais de curas, milagres e prodígios não são exclusivamente só para os APÓSTOLOS, mas para todos os que crerem no sobrenatural do poder de Deus.

Mas em se tratando de APÓSTOLOS vemos que em Atos dos Apóstolos, todos eles faziam sinais de curas, milagres e prodígios e isto era a marca da Igreja Primitiva dos primeiros APÓSTOLOS DE CRISTO, por isso, se não houver na vida do homem de Deus essa marca, (OS SINAIS) é porque lhe falta alguma coisa da parte do Senhor para autenticar o seu APOSTOLADO.

 

3° PERFIL: MINISTÉRIO DA GENEROSIDADE.

 

A palavra GENEROSIDADE quer dizer: Bondade, liberalidade; aquele que da e pratica boas dádivas, pessoa generosa de alma.

No tempo da Igreja Primitiva, era praticado este MInistério em toda a comunidade de forma que todos tinham em comum conforme vemos em Atos dos Apóstolos capítulo 2: v. 42 a 45, as atitudes dos irmãos era viver numa comunidade em que todos tinham em comum e eram divididos as propriedades e bens entre os irmãos para que nenhum dos irmãos vivesse em necessidade.

Esta forma de prática era também uma marca do viver apostólico na era dos APÓSTOLOS, e que é preciso a Igreja de hoje despertar para esta forma de exemplo deixado no FUNDAMENTO APOSTÓLICO.

Pode até parecer absurdo que nos dias de hoje, possa existir alguma comunidade que pratique esse tipo de CRISTIANISMO.

É verdade que para os nossos dias, é difícil essa pratica, por vivermos no mundo atual capitalista, egocêntrico, individualista, em que todos na maioria só pensam em si mesmo.

Hoje somos um povo cristão que não vive uma comunidade em que todos deveriam ter em comum; tendo uma mesma visão de REINO DO SENHOR; e por isso acaba existindo no meio do povo do Senhor, acepção de maior e menor, de grande e pequeno, sendo quetodos devem ser iguais diante de Deus, pois foi assim que nos ensinou o Senhor JESUS.

Mas podemos afirmar infelizmente, que na prática isso não funciona hoje por falta de conhecimento do povo do Senhor em geral e do verdadeiro amor para com seu próximo.

Se não vivermos o REINO DO SENHOR a nós deixados conforme está no exemplo de Atos dos Apóstolos? Como poderíamos afirmar que realmente estamos seguindo o modelo deixado pelo Senhor, para que seu povo seguisse e por esse modelo seja o exemplo para testemunhar ao mundo.

Testemunhar de como se vive numa comunidade em que todos sejam em comum, e não tendo entre os irmãos, um maior, outro menor, um mais rico outro em estado de pobreza e miséria.

Podemos afirmar sim que essa foi e sempre será a ideologia do Senhor para o seu povo seja no passado, no presente ou futuro.

 (A IGREJA DE CRISTO HOJE PRECISA VIVER E EXPERIMENTAR O VERDADEIRO AMOR INCONDICIONAL).

 

 

 Conclusão

 

A Igreja de Cristo tem que ser edificada sobre o fundamento dos Apóstolos e Profetas, só desta maneira poderá alcançar a maturidade e a altura e plenitude, pois isto foi o objetivo do Senhor ao estabelecer os cinco ministérios de governo em sua Igreja. 

  

Este estudo terá sua continuidade, nos Congressos, Conferências e Seminários de ministrações de curas e libertações.

 

 

 Assina. Apóstolo Gerson Bentes